quinta-feira, 1 de julho de 2010

Pela Merda do Dinheiro

Esse não é bem o tipo de trabalho que gosto de fazer, mas é como sempre digo, nenhum trabalho pode ser tratado com desdém ou como secundário. Meu pai sempre me disse que se eu me propus a fazer algo, devo fazer da melhor maneira possível.
Odeio esse cigarro também, mas não tinha outro naquela loja barata que passei. Aceito essa bela e densa fumaça em meus pulmões como terapia, afinal não é qualquer dia que se faz algo do tipo.
Entro no prédio olhando a foto deles, uma bela família. Digo um nome, mostro uma identificação e vou para o elevador sem que ninguém obstrua minha passagem. Realmente estou horrível com esse uniforme, ele fede a rato morto.
Limpo impecavelmente a janela, enquanto aguardo todos entrarem na sala. Realmente uma família invejável. Um homem exemplar, uma mulher linda, duas filhas doces. Nessa hora eu lembro que odeio prédios altos.
Em alguns segundos esse andar vai pelos ares, na verdade 50 segundos, e eu preciso descer 20 andares de escada. Eu adoro portas de incêndio. É realmente uma pena, não gosto de matar pessoas felizes.
Depois de descer quase 10 andares, o barulho ensurdecedor do sucesso chega aos meus ouvidos. O prédio é evacuado em poucos minutos.
Eu estou longe, bem longe de onde jamais estive. Já não estou mais com aquele uniforme ridículo, mas continuo respirando fundo.
Essa vida de mentiras só pode ser recompensada com muito dinheiro. E é só por isso que vendo minha alma todos os dias, pela merda do dinheiro.

3 comentários:

@raphazul disse...

Acho que poucos são os que não se vendem pela merda do dinheiro. Adorei seu texto, gostei do estilo.

@raphazul

Dandara disse...

"Cause outside these sexy cars
And far from my trendy bars
Behind these smiles
And sunscreen
And "Live the Dream!"s
I am cold and mean"

Mr. Money não leva ninguém a lugar nenhum. Ele é frio e malvado. Mas, apesar de tudo, em algum momento todos nós fazemos alguma coisa "pela merda do dinheiro". E então é como diz outra música:

"Well, its a dirty job but someone's gotta do it"

É a vida.

Ps: Nem preciso dizer que gostei do texto né? curto e grosso. Na medida ;D

=*

Luke disse...

Belíssimo texto. E é mesmo uma merda vender nossas almas e nosso tempo por causa da merda do dinheiro.